quarta-feira, 10 de junho de 2009

Panic! at the minimarket disco Pt.57

Depois de várias peripécias totalizando 56 partes, os nossos amigalhaços decidiram apanhar o retro, para poupar 4,36 minutos de caminhada.

- Vamos, com sorte ainda conseguimos entrar neste.

- Só se fores pedir ao man para comprar o bilhete lá dentro, senão esquece Röki.

Os 3 amigos foram a correr até ao pica, e perguntaram.lhe se podiam entrar e pagar-lhe o bilhete lá dentro.

- Claro que não! Têm ali uma máquina, e uma bilheteira lá em baixo.

- Mas nós acabámos de chegar, precisamos mesmo de apanhar este retro.

- Então vão tentar comprar ali à máquina, pode ser que ainda consigam entrar.

Mal o Gajo, que era o que estava mais atrás, vira as costas, ouve-se o sonoro Piiiiiiiiiiiiiiiiiiii típico dos comboios prestes a partir.

- FILHO DE UMA CABRA SEM TÊTOS! - gritou o Rökiloy num acesso de fúria passageiro.

- Que cena, agora são mais 3 minutos até o retro voltar para aqui.

- Eu falo com ele, vou fazê-lo arrepender-se de nos ter empatado.

Passados 3 minutos o retro voltou.
O Rökiloy foi o primeiro a entrar, olhando para todos os lados a ver se encontrava o revisor.

- Ali está o escarro!

- Calma aí Röki, i'll do the talking.

- Ok Gajo, eu confio em ti.

Vai partir o retro com destino à próxima paragem, parando em todos os sítios em que costuma parar até lá chegar.

Entretanto o pica chegou ao pé do Gajo e ficou à espera de algo, talvez que lhe entregassem os bilhetes, ou assim. O Gajo, sem mais demoras perguntou:

- Olha olha, se não é o Sr. Ética. Já deixou mais pessoas a pé hoje? O que foi? Nunca viu?

- Os vossos bilhetes.

- Os nossos bilhetes o quê? Seja mais explícito.

- Quero ver os vossos bilhetes, tipo, para saber que não têm que pagar multa e isso...

- Sim, estão aqui, mas antes disso responda à minha pergunta. Já deixou mais pessoas a pé hoje? Quando chegar a casa vai fazer o quê? Deitar-se e contar ao ursinho de peluche "Hoje deixei 3 rapazes à espera do retro hahaha, como eu sou mau."?

- Rapaz, estás a ofender-me, vê lá se queres problemas.

- Estou mesmo a ver a cena, eras daqueles gajos que no liceu se armava em parvo com os putos charilas e indefesos, e que quando esses putos entraram para a universidade tu tiveste que ir trabalhar, porque como estavas tão ocupado a armar merda não te lembraste de estudar.

O Narrador e o Rökiloy já não conseguiam controlar o riso, e soltavam gargalhadas sonoras, que se ouviam em toda a composição. As pessoas olhavam para a cena ridícula, mas bastante engraçada que estava a acontecer.

- Estás a passar das marcas, queres levar com gás piri-piri nos olhos?

Mas o Gajo fez orelhas moucas e continuou a sua coça verbal:

- Depois quando não sabias o que fazer pensaste "Eu tenho que continuar a chatear os marrões, o que vou fazer agora?". Só acho que é estranho teres ido para revisor...não te aceitaram na polícia? Aí é que podias chatear o pessoal a sério, até podias passar multas a uma pessoa qualquer só por usar óculos, ou por ter livros na mão.

- Venha comigo, se faz favor, vamos ter problemas sérios meu rapaz.

- Eu não vou a lado nenhum, a minha paragem é aqui. Até à proxima, tijolo.

O revisor ficou boquiaberto e avermelhado, enquanto toda a gente se ria dele. O seu sistema simpático foi activado e ele começou a suar bastante, ao mesmo tempo que largou algumas pinguinhas.

Depois de sairem do retro foi uma questão de minutos, mais precisamente 1,324, até chegarem ao BB.

No momento em que entraram, ficaram horrorizados com o que viram...

1 comentário:

igor marques disse...

uh... referências divinais à gíria comboística e a sená? zOMG!! :D

ok, ok... o que há no BB? :medo: